J.Porto e P. Costa Web Site                                                                       Julho de 2004

Notícias semana-a-semana

Dia 18 de Julho: a mancha solar gigante, classificada pelo NOAA como 10652, tem o tamanho aproximado de duas vezes e meia o nosso planeta e está rodando no limbo leste do Sol. Em seu redor despoletam explosões solares que demonstram a complexidade magnética que a gerou. Outra região activa mais a sul surgia ao mesmo tempo com menor complexidade (do tipo Dai).

A imagem em luz branca, obtida com um filtro 1000 Oaks +, aplicado num ETX 90, mostra claramente a dimensão desta mancha solar. Esta região poderá nas próximas horas provocar potentes fulgurações de raios X em direcção ao nosso planeta.

Mega Mancha Solar

A outra Região Activa, conhecida como 10649, situava-se agora junto ao meridiano central do Sol.

A sua morfologia era do tipo Ehi potencialmente gerador de fulgurações e de ejecções de matéria coronal.

Clique nas imagens para ampliar. Foram obtidas no dia 18 pelas 09:30 UTC em Ponta Delgada por J. Porto.

A imagem em H-alfa mostra o conjunto das três Regiões Activas, separadas por convulsão gigantesca de massa coronal da superfícies solar.

São já visíveis algumas pequenas explosões em todas as regiões. Na 10649 nota-se a formação de um filamento estreito por cima das manchas solares que formam a bipolaridade magnética principal. Repare também na “rede” complexa formada por veios de plasma que parecem “repuxar” a área em volta.

Técnica aplicada em luz branca: Imagem resultante do “stack” de 85 “frames” obtidos em formato AVI e processadas com  Registax e MaximDL. CCD: Toucam Pro    Telescópio: MC ETX90    Filtro: 1000 Oaks+

Dia 19 de Julho: a RA 10652 continua hiperactiva devendo produzir explosões da classe X nas próximas horas. Pelas 19:00 horas UTC detectávamos um Arco de Luz na Umbra principal desta RA.